Decoração da casa em tons verde

Algumas pessoas fogem do verde ao decorar a casa, mas esta cor é extremamente versátil no que diz respeito à decoração da casa. Quer pela quantidade de tons que só por si mudam o ambiente, quer pelas harmoniosas combinações que o verde pode fazer com cores neutras como o bege, o branco ou o castanho.

Os verdes mais escuros e sóbrios são ótimos para ambientes clássicos, especialmente aqueles que pretendem invocar os tempos em que o chão alcatifado e as divisões revestidas a papel de parede eram imperativos. Já os tons mais “secos”, ou seja, aqueles em que existe uma maior concentração de pigmento amarelo, são mais leves e luminosos para casa.

Ambiente natural

O verde é uma cor extremamente natural – afinal, é a cor mais ligada à natureza. Transpô-la para nossas casas é provavelmente mais fácil do que imagina. A combinação do verde com cores “terra” como o castanho, o bege ou o amarelo torrado permitem que o ambiente fique leve e fresco, ao mesmo tempo que o tornam extremamente acolhedor. Casas rústicas e casas de campo ficam sempre muito “simpáticas” quando são decoradas nestas paletas de cores, especialmente quando combinamos as cores com objetos naturais, como flores e plantas.

Modernidade e irreverência

A decoração contemporânea permite também a inclusão do verde, principalmente os tons mais frescos e brilhantes. A ideia deste estilo de decoração é muito simples: limpar a decoração daquilo que é supérfluo, tornando as divisões funcionais e práticas, sem deixar de parte o conforto necessário.

Assim, uma das melhores formas de aplicar o verde na decoração, caso aprecie esta linha, é por colocar objetos marcantes e vistosos na cor pretendida. Visto que o branco faz muitas vezes parte das opções preferências no estilo contemporâneo para cor base, a combinação desse com o verde é certamente uma escolha acertada. É apenas preciso ter algo cuidado para não cair no excesso e exagerar na quantidade de verde da divisão.