Feng Shui em Casa

Para conseguir o melhor feng shui em casa, é preciso tomar certas decisões acerca da disposição do mobiliário, da escolha dos acessórios e das situações que se devem evitar. Só assim se poderá criar um ambiente harmonioso, que promove o bem-estar a todos os moradores.

Como primeira acção (antes de passar às indicações específicas para cada divisão), deve ter em atenção certas questões que favorecem a harmonia do lar em geral. Olhe em redor e analise bem os espaços, como estes estão organizados e decorados. O que terá de fazer é ir mudando aquilo que, em certos locais da casa, não está bem posicionado, não contribuindo para o seu bem-estar.

casa feng shui

Isto não significa uma mudança radical na sua vida. A aplicação da técnica feng shui tem de ser progressiva, até porque mudanças radicais podem prejudicar a vida dos moradores. Comece por fazer uma organização geral na habitação – tudo o que for realmente desnecessário (e pelo qual não tenha nenhum afecto especial), deite fora. Deste grupo fazem parte as peças de roupa que já não veste, a louça que já não usa, objectos avariados (como relógios e electrodomésticos) e papéis antigos e desnecessários (por exemplo, catálogos e listas telefónicas).

Todos estes objectos ocupam muito espaços e impedem o livre fluxo de energia, tornando o ambiente opressivo. A filosofia chinesa explica que esta estagnação de energia fomenta uma atmosfera carregada e fechada ou seja, como já tem muita coisa, não precisa receber mais nada, inclusive as boas energias. A ideia fica ainda mais reforçada se esta situação acontecer na área da prosperidade – neste caso, não há qualquer recebimento vindo do exterior. O que estiver em boas condições (mas que já não utilize), não deite fora, doe a quem necessita – além de a sua casa ficar mais desafogada, sentir-se-á melhor.