Salas e Cozinhas – Iluminação Natural

Como todos sabemos todas as divisões da casa são diferentes, mas há uma coisa que todas devem ter em comum: iluminação, e nada melhor que iluminação natural. Contudo diferentes divisões requerem diferente iluminação.

A sala de estar é a divisão central da casa e que é usada para as mais diversas funções. Neste espaço, família e amigos juntam-se, lê-se, vê-se televisão, brinca-se, ouve-se música, relaxa-se, e muito mais. As diversas formas como usamos a sala colocam vários requisitos à sua iluminação, tanto com luz natural como com luz artificial. O tamanho da sala e as zonas escuras tornam a decoração interior e os arranjos de luz um verdadeiro desafio. Quando estiver a organizar uma sala em termos de luz, a luz do dia natural deverá ter maior prioridade.

Tente levar a luz do dia o mais para dentro da sala possível, por exemplo, colocando várias janelas ao longo da sala. Uma janela no telhado fornece a melhor iluminação no centro da sala. Paredes, mobília e carpetes escuras absorvem muita luz. Opte por cortinas e parapeitos de cor clara, assim como paredes de tectos com cores claras – e procure não fechar as cortinas a não ser que o sol comece a “perturbar” o ambiente interior. Posicione a mobília de modo a aproveitar ao máximo a luz do dia. Pode criar um canto de leitura perto de uma janela e colocar a televisão numa área mais escura para evitar os reflexos no ecrã.

Quanto á cozinha para que esta obtenha uma boa luz natural deve utilizar clarabóias, pois estas são eficazes pois o sol move-se através do espaço. Uma parede com bastantes janelas ajuda bastante pois a luz entra directamente na cozinha, portas de vidro tambem são uma óptima opção para quem quer iluminar a sua cozinha, já as cores para as cozinhas devem ser claras, assim como a mobília.